Escolha uma Página

Lato sensu e stricto sensu: Qual a diferença?

maio 2, 2019 | Bolsas de estudo

 

Em um mercado cada vez mais amplo e competitivo é importante tem uma diferença que traga mais destaque para o seu currículo. Depois da graduação, a pós-graduação é uma boa escolha para quem deseja dar mais um passo na carreira buscando novas oportunidades de trabalho.

Depois de formar, muitos estudantes ainda possuem dúvidas sobre qual tipo de pós graduação fazer. Atualmente existem dois tipos oferecidos pelas universidades: stricto sensu e lato sensu. São diferentes em pontos bem específicos. Quem deseja trabalhar diretamente em uma área específica deve seguir um caminho. Já quem quer embarcar numa jornada dando aulas, deve seguir outro caminho.

 

Pós-graduação Lato Sensu

Lato sensu significa “em sentido amplo”. São os cursos de pós-graduação voltados para a especialização em uma área específica. Só pode fazer um curso Lato Sensu que tiver concluído a graduação, independente da área escolhida. Geralmente esse tipo de modalidade é escolhido por pessoas que já trabalham em uma área e querem complementar o conteúdo para auxiliar sua profissão e buscar uma colocação melhor no emprego. Ou pessoas que se formaram e desejam concentrar o trabalho em uma área específica.

Seguindo o padrão do Ministério da Educação (MEC), os cursos da modalidade Lato Sensu devem ter, no mínimo, 360 horas de duração. Os alunos que completam essa recebem um certificado comprovando a conclusão do curso e passa a ter o título de especialista naquela área.

A pós-graduação Lato Sensu pode ser tanto presencial quanto a distância. As universidades que desejam oferecer uma pós-graduação Lato Sensu presencial não dependem da aprovação ou do reconhecimento do MEC. O que é diferente na modalidade EAD, neste caso, as instituições que pretendem oferecer esse tipo de curso precisam ter o credenciamento que permite a oferta.

 

Pós-graduação Stricto Sensu

Stricto Sensu significa “em sentido limitado”. São os cursos de mestrado e doutorado. Assim como no Lato Sensu, os alunos que querem fazer um curso Stricto Sensu já devem ter concluído uma graduação, independente da área escolhida. Geralmente, os alunos que escolhem essa modalidade, são aqueles que desejam seguir uma carreira acadêmica. Dando aulas ou atuando em projetos e pesquisas. Mas nada impede que o aluno faça um mestrado profissional, que é uma pós-graduação Stricto Sensu voltada para o mercado de trabalho.

O mestrado costuma ser escolhido por quem quer atuar como professor em faculdades. É exigida do aluno a proficiência em outra língua, geralmente o inglês. Ao fim do curso, o aluno deve preparar uma dissertação, que apresentará todo o estudo desenvolvido durante o curso.

Já o doutorado prepara profissionais para atuar no campo de pesquisa, tornando o conhecimento em determinado assunto mais amplo e profundo. Ao fim do curso, o aluno defende uma tese , que é mais aprofundada que a defesa do mestrado. Geralmente, um novo tema que ainda não foi abordado é proposto.

O mestrado pode durar até 3 anos e o doutorado até 5 anos. Tudo depende da dedicação do aluno e do desenvolvimento da dissertação/tese. Ao contrário do Lato Sensu, os alunos que se formam mestres ou doutores recebem um diploma e os cursos são submetidos à aprovação e reconhecimento do MEC.

 

Bolsas de Estudos para Pós-Graduação

Você sabia que existem bolsas de estudos para pós-graduação também? No Tô de Bolsa você encontra a oportunidade que você precisava para turbinar o seu currículo e se destacar no mercado de trabalho!

Com o tô de bolsa ficou muito mais fácil de fazer sua pós-graduação. Temos bolsas de até 60% de desconto durante todo o curso. São mais de 3.400 bolsas de estudo nas principais instituições de ensino superior em todos os estados brasileiros.

 

 

Ficou com dúvidas? Entre em contato conosco pelo nosso telefone (32) 3212-2302, WhatsApp (32) 9 8860-2158, e-mail contato@todebolsa.com.br ou pelo chat no site. Clique no banner abaixo e saiba mais!